Segunda-Feira 18/06/2018 20:26

Governo do Estado recupera 5 mil km de estradas e garante logística para escoar a safra de soja

Estado - Obras - Infraestrutura

Pavimentação e restauração de rodovias estaduais somam mais de 700 quilômetros, grande parte concluída em 2017.

Foto: Chico Ribeiro

Com cinco mil quilômetros de estradas vicinais implantadas, encascalhadas e em conservação, o Governo do Estado garante trafegabilidade na malha viária para suportar o fluxo de caminhões no período de escoamento da supersafra de soja, que já se iniciou em algumas regiões. Os investimentos em infraestrutura rodoviária, que incluem construção e reforma de pontes de concreto e madeira, somam mais de R$ 1,5 bilhão em três anos.

A informação foi dada pelo secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, assegurando que nestes três anos de administração foi feito um trabalho sistemático de manutenção das rodovias estaduais pavimentadas e de revestimento primário, priorizando os corredores de produção de grãos e carne. Os recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário (Fundersul) foram destinados integralmente ao setor logístico.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Mauricio Saito, destacou que as ações do governo nos últimos anos foram benéficas para o crescimento do agronegócio do Estado, considerando que mais de 98% da produção de grãos é escoada por rodovias. Dentre as iniciativas, citou a construção de 94 pontes de concreto e a consequente melhoria das condições de centenas de quilômetros de estradas recuperadas na atual gestão.

“São provas inequívocas do reconhecimento, por parte do Governo do Estado, ao trabalho do setor produtivo”, disse Saito.

Investimentos em 2018

Do total de 94 pontes de concreto projetadas pelo governo estadual em 39 municípios, 50 foram entregues pelo governador Reinaldo Azambuja, das quais 35 atenderam áreas de risco definidas pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), totalizando investimentos de R$ 104 milhões em recursos próprios. A Agesul executa atualmente a construção de mais 16 pontes e outras 15 estão em processo de licitação e oito em fase de projeto.

“A estruturação dos eixos rodoviários e a perenidade das pontes de concreto são fatores determinantes para induzir o desenvolvimento e a integração regional”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja. Ele anunciou a aplicação de R$ 254 milhões em infraestrutura viária em 2018. O dinheiro será captado junto à Caixa Econômica Federal, cuja operação de crédito foi aprovada no final do ano passado pela Assembleia Legislativa.

Manutenção permanente

Rodoviárias estratégicas, como as MS-156 (Caarapó-Amambai), MS-165 (Sul Fronteira) e MS-460 (Água Fria, em Maracaju), foram pavimentadas. De 2015 a 2017, a Agesul executou 326 km de pavimentação e restauração de rodovias, com investimentos de R$ 226 milhões, incluindo acessos a núcleos industriais, dentre os quais o de Dourados. Estão em obras o asfaltamento de 133 km e outros 311 km em restauração, com recursos próprios (R$ 360 milhões).

No ano passado, o Estado aplicou cerca de R$ 150 milhões do Fundersul em conservação e manutenção das estradas não pavimentadas e recuperou 510 km de vias e dezenas de pontes que se encontravam intransitáveis, beneficiando toda a cadeia produtiva. Uma das regiões contempladas é o Pantanal, onde o Estado implanta cascalho e drenagem em trechos alagados e arenosos das MS-423, MS-228, MS-184, MS-419, MS-195, MS-382 e MS-243.

“A nossa malha rodoviária sem asfalto é de 8.500 quilômetros, de forma que nos demais trechos, ou seja, três mil quilômetros, as patrulhas mecanizadas da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) estão trabalhando, juntamente com as prefeituras e com os produtores, para recuperar pontos críticos e realizar reparos necessários ao escoamento da safra”, detalhou o secretário de infraestrutura.

Logística, crédito e pesquisa

Miglioli lembrou que o forte volume de chuvas verificado neste ano prejudica a malha rodoviária, seja por conta de precipitações pluviométricas concentradas, seja porque, diante da falta de curvas de níveis na maioria das propriedades, a água desce para o leito da estrada e causa erosão.  A Secretaria de Infraestrutura está atenta, monitorando a malha rodoviária para evitar que a retirada da soja nas propriedades seja comprometida.

“Temos experiência e tradição de grandes safras, o Governo do Estado está ao lado da classe produtora e vamos atuar juntos para que tudo que foi plantado e colhido seja escoado”, finalizou o secretário.

O governo estadual tem contribuído e atuado em pontos fundamentais para garantir supersafras de grãos com aquilo que o produtor mais precisa, que é facilitar o transporte com menor custo e dar-lhe alicerce e garantias de crédito e conhecimento científico para que seja eficiente e produza cada vez mais, na avaliação d secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, ex-presidente do Sistema Famasul.

“Não temos medido esforços no sentido de garantir trafegabilidade nas estradas estaduais e abrir novos caminhos para escoar essa produção, explorando outros meios em potencial, como as hidrovias”, pontuou. Riedel citou a reativação, em 2016, pelo Estado, do terminal portuário de Porto Murtinho, no extremo sudoeste, estratégico como porta de saída das exportações, sobretudo de grãos, como destino aos mercados latinos, europeus e asiáticos.

Safra: novo recorde

A colheita da soja em Mato Grosso do Sul ainda está no seu início, com previsão de ganhar maior volume a partir deste mês e finalizando em abril. Estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicam que a safra poderá ter um incremento de 1,5%, chegando a 8,701 milhões de toneladas.  A Associação de Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja) estima que a produção será semelhante a safra recorde do ano passado.

Portal MS

Governo do Estado, recuperação de estradas, safra recorde, estradas vicinais

Compartilhar faz bem!

Eventos

  • 1º Encontro dos Amigos da Empaer

    1º Encontro dos Amigos da Empaer

    Cidade:Dourados
    Data:29/07/2017
    Local:Restaurante / Espaço Guarujá

  • Caravana da Saúde em Dourados II

    Caravana da Saúde em Dourados II

    Cidade:Dourados
    Data:16/04/2016
    Local:Complexo Esportivo Jorge Antonio Salomão

Veja Mais Eventos

Balcão de Oportunidades / Empregos(Utilidade Pública)

Não é cadastrado ainda? Clique aqui

Veja todas as ofertas de vagas

Cotações

Moeda Taxa R$
Dólar 3,749
Euro 4,362
Franco suíço 3,773
Yuan 0,582
Iene 0,034
Peso arg. 0,136

Atualizado

Universitários

Serviço Gratuito Classificados - Anúnicios para Universitários

Tempo / Clima

Newsletter
Receba nossa Newsletter

Classificados

Gostaria de anunciar conosco? Clique aqui e cadastre-se gratuitamente.

  • Anúncios

Direitos do Cidadão

Escritório Baraúna-Mangeon Faça sua pergunta
  • Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatá...Tem uma senhora dai de Campo Grande que é uma estelionatária aqui em Cuiabá, levou muita grana nossa, e uma eco esporte. Ela se chama LEUNIR..., como faço pra denunciar ela aí nos jornais?Resp.
  • Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um...Boa tarde, minha sogra teve cancer nos seios e retirou um eo outro parcial ja faz um bom tempo que nao trabalha e estava recebendo auxilio doença mas foi cancelada e ja passou por duas pericias e nao consegui mais , sera que tem como ela aposentar?Resp.
  • quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje out...quanto porcento e o desconto para produtor rural hoje outbro de 2013Resp.
  • meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 ...meu irmao cumpriu dois ano e meio de pena foi asolvido 7 a zero caso ele tenha alguma condenacao esse 2 anos e meio pode ser descontadoResp.
  • gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilota...gostaria de saber se ae em muno novo vai ter curso pilotar maqunas agricolas?? se tiver como fasso pra me escreverResp.
+ Perguntas

Espaço do Leitor

Envie sua mensagem:
Sugestões, críticas, opinião.
  • iraci cesario da rocha rocha

    Procuro minha irmã Creusa Maria Cesario ela era de Dracena SP , minha mãe esta idosa 79 anos precisa ver ela se alguem souber nos avisa ..contato 018 996944659 falar com Iraci ..minha irmã foi vista nessa região

  • iraci cesario da rocha rocha

    Boa noite , estou a procura da minha irmã Creusa Maria Cesario desapareceu ha 30 anos , preciso encontrar porque minha mãe esta com 79 anos e quer ver , ela foi vista ai por essa região , quem souber nos avise moramos aqui em Dracena SP

  • maria de lourdes medeiros bruno

    Parabéns, pelo espaço criado. Muito bem trabalhado e notícias expostas com clareza exatidão. Moro na Cidade de Aquidauana e gostaria de enviar artigos. Maria de Lourdes Medeiros Bruno

  • cleidiane nogueira soares

    Procuro por Margarida Batista Barbosa e seu filho Vittorio Hugo Barbosa Câmara.moravam em Coração de Jesus MG nos anos 90 .fomos muito amigos e minha família toda procura por notícias suas.sabemos que voltaram para Aparecida do Taboado MS sua cidade natal

  • Simone Cristina Custódio Garcia

    Procuro meu pai Demerval Abolis, Por favor, me ajudem.Meu telefone (19) 32672152 a cobrar, Campinas SP.

+ Mensagens